"Há alturas em que não há ninguém lá para nos mandar falar baixo...
muito, muito baixinho. Há alturas em que precisamos de silêncio quando estamos
sozinhos. Tal como eu, neste momento. Chiu!"

domingo, 5 de maio de 2013

Não podia deixar passar este dia...

 
Mãe, obrigada por me teres aturado todas as birras, por teres estado a meu lado em todos os momentos, por teres sorrido comigo nos melhores e ficado angustiada enquanto eu chorava com a minha pequena grande desilusão de amor. Obrigada por teres tanta paciência para aturares uma adolescente com os sentimentos todos à flor da pele, obrigada por perceberes todas as minhas atitudes, as mais e menos correctas, sem por isso as desculpares. Obrigada por seres quem és, por me teres ensinado tanta e tanta coisa e por teres feito de mim a pessoa que sou hoje. Nem utilizando todas as palavras do Mundo conseguiria descrever o que sinto por ti, portanto uso as mais simples e especiais palavras: obrigada por me permitires dizer que tenho a minha melhor amiga em casa. Amo-te <3.

1 comentário: