"Há alturas em que não há ninguém lá para nos mandar falar baixo...
muito, muito baixinho. Há alturas em que precisamos de silêncio quando estamos
sozinhos. Tal como eu, neste momento. Chiu!"

domingo, 9 de junho de 2013

Querida turma,


já passaram 2 anos, no entanto parece que foi ontem que nos vimos pela primeira vez e que a pergunta 'Quem é aquele/a?' era a que mais se ouvia na sala que agora guarda tantas recordações e segredos. Com o tempo, os sorrisos tímidos passaram a gargalhadas, as conversas de 2 minutos, passaram a conversas que nunca mais têm fim e os segredos de cada um passaram a ser chamados de 'os nossos segredos'.
Deixámos de ser os meninos ingénuos de 14 anos que entraram para o liceu cheio de sonhos e ambições e passámos a ser adolescentes de 16 e 17 anos cheios de desilusões e alegrias, cheios de histórias para contar e com energia suficiente para percorrer o mundo de alto a baixo sempre com um sorriso no rosto. Brigámos uns com os outros, tivemos dias menos bons e outros péssimos, por vezes deixámos de ter paciência uns para os outros, mas em todas as trapalhadas permanecemos juntos como turma. Apesar de todos os defeitos que temos, e dos muitos que certamente estão por descobrir, sempre nos apoiámos, sempre aparámos as quedas uns dos outros e tentámos melhorar as asneiras que tinham sido feitas. Demos gargalhas e mais gargalhas juntos, chorámos de tanto rir, fizemos asneiras das quais nos orgulhamos e outras que nem tanto, mas também limpámos as lágrimas uns dos outros, também nos abraçámos para calar um soluço e desabafámos horas a fim para chegarmos sempre à conclusão que ainda tínhamos a vida toda pela frente.
Obrigada por tudo! Obrigada por todos os momentos e por me terem feito crescer da maneira mais saudável de todas. Obrigada por todas as parvoíces e por me terem irritado nos momentos em que parecia impossível a minha fúria crescer ainda mais. Obrigada, antes de qualquer outra coisa, por me permitirem sentir em casa, em família...
Vivemos a mesma história, por isso todos nós temos um pedacinho de cada um e cabe a nós preservá-lo. Cabe a nós manter intactas todas as recordações e partilhar novas aventuras. Podemo-nos afastar, podemos seguir caminhos totalmente diferentes, mas de uma coisa eu tenho a certeza...quando nos virmos vamos sorrir uns para os outros, vamos ter a certeza que temos ali um amigo para a vida, vamos ser o que sempre fomos e quando tivemos de partilhar o silêncio...tenho a certeza que este nunca nos vai incomodar!

Com amor e saudades meus pategos*,
Catarina

11 comentários:

  1. É tão bom recordar os tempos antigos. Eu que o diga porque tenho a sorte de ter sempre com quem partilhar memórias dessas. Os meus amigos mais importantes vieram da turminha da creche e da primária.

    ResponderEliminar
  2. Parece que tens uma grande turma. Adorei o teu blog e vou seguir. Se quiseres podes passar pelo meu.

    Bjs
    http://avidademoi.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Alguns momentos vão ficar para sempre. Será sempre bom recordar :)

    ResponderEliminar
  4. Adorei :)
    R: Obrigado! Apesar de faltar mais de uma semana, obrigado ^^ :D

    ResponderEliminar
  5. Que saudades que me deste agora dos meus tempos de universidade! :D

    ResponderEliminar
  6. oh, não penses assim sem nunca teres experimentado !

    ResponderEliminar
  7. então deixa em aberto a possibilidade de praticares :)

    ResponderEliminar
  8. Existem momentos que ficam para sempre na nossa memória :) Guarda-os bem!

    ResponderEliminar
  9. este texto parece ter sido escrito por mim para a minha turma :') se bem que acabei por não lhes escrever nada... :s
    r: eu também. no último dia de aulas não fiz nenhuma cara decente pra câmara xD

    ResponderEliminar