"Há alturas em que não há ninguém lá para nos mandar falar baixo...
muito, muito baixinho. Há alturas em que precisamos de silêncio quando estamos
sozinhos. Tal como eu, neste momento. Chiu!"

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Na véspera da véspera....

 
Na véspera da véspera de Natal, tive um ataque de ansiedade. Começou-me a doer muito o peito, como já algumas vezes tinha acontecido, e fui a caminho das urgências. Quando lá cheguei deparei-me com um segurança lindo de morrer e de 20 e poucos anos e foi ele que me acompanhou até ao consultório, porque as urgências estavam vazias. Fui fazer um electrocardiograma e o médico pediu à enfermeira para me o fazer para eu ficar mais à vontade, pois num electrocardiograma temos de estar completamente despidos do tronco para cima. O médico saiu, mas o bonitão do segurança continuou no consultório. Pensei que o fossem mandar sair, mas não...eu tive de permanecer nua à frente do sujeito! Quando sai nem olhei para a cara do rapaz, é que uma coisa era se fosse o médico, outra completamente diferente era ser o segurança..............o borracho de 20 e poucos anos!

12 comentários:

  1. Que situação. :))

    R: Neste caso, somos o oposto um do outro, isto é, não me identifico em nada com ele e isso não dá bom resultado.

    ResponderEliminar
  2. Eu não sei como ia reagir se isso se acontecesse a mim

    ResponderEliminar
  3. Credo, que vergonha !! Ahahaah, coitadinha..

    ResponderEliminar
  4. R: Obrigada querida. A maior parte encarou o que eu disse como um aspeto positivo, mas na verdade não é isso que acontece.

    ResponderEliminar
  5. Hahaha, se ele ficou foi porque gostou do que viu ;)
    Se fosse comigo dizia para o gajo sair com a maior das latas.

    ResponderEliminar
  6. acredito que tenha sido bastante embaraçoso! já me aconteceu algo semelhante.. quando tinha 14 anos, fui ao pediatra e ele, a certa altura, pediu para despir o soutien para examinar-me as maminhas e estavam os meus pais presentes e tudo. senti-me tão envergonhada! :s

    ResponderEliminar
  7. acho que também te achou piada ahah

    ResponderEliminar