"Há alturas em que não há ninguém lá para nos mandar falar baixo...
muito, muito baixinho. Há alturas em que precisamos de silêncio quando estamos
sozinhos. Tal como eu, neste momento. Chiu!"

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013


É um momento marcante para quem vê, é esgotante para nós, mas chorar mesmo com vontade é sem dúvida um dos actos que mais alívio nos dá. Sentir as lágrimas a invadirem-nos a cara, sentir aquele cansaço físico e psicológico e, ao mesmo tempo, aquele conforto no coração de sinceridade, de inocência.

8 comentários: